Por que demora a tramitação de um processo no Judiciário?


Como profissional da advocacia é muito difícil explicar ao cliente, por que não temos como mensurar o tempo de tramitação de um processo, a análise de um pedido liminar, a juntada de um documento, a expedição de um mandado ou a designação da data para realização de uma audiência.

Então, de forma clara e objetiva, buscamos trazer alguns números do nosso Judiciário para que você, nosso cliente e amigo, possa entender os reais motivos pelos quais o seu processo “não anda”.

De acordo com informações obtidas junto ao site do CNJ - Conselho Nacional de Justiça, o Brasil possuia, em 2017, mais de 80 milhões de processos, sendo 94% deles no Primeiro Grau, ou seja, na sua Comarca ou em nas suas proximidades.

Assim, considerando que a população brasileira era de 209 milhões de habitantes, temos em média, 2 processos por habitante!!!

Desta demanda (94%), cabe a cada Juiz do Rio Grande do Sul a seguinte quantidade de processos: na justiça comum: 7.954; na justiça eleitoral: 216; na justiça do trabalho: 3.031; na justiça federal: 6.482 e na justiça militar: 141.

No Brasil há, em torno de, 08 juízes para cada 10.000 habitantes, enquanto a média nos países europeus é de 17, competindo a cada magistrado julgar (sentenciar) mais de 7 processos por dia.

Disso, se pode concluir que há um excesso de demanda e de judicialização, somado aos vários recursos e passagens frequentes para as instâncias superiores, o que atravanca, por si só, o sistema.

Ainda, temos de considerar que a quantidade de servidores públicos e estagiários são insuficientes para dar vazão as atividades administrativas, como juntada de documentos, expedição de ofícios, cartas, mandados e despachos de mero expediente, eis que o processo eletrônico ainda "engatinha” em nosso estado.

Vale lembrar, também, que existem as filas de prioridades, tais como: liminares, alimentos, réu preso, idosos, pessoas acometidas por doenças graves, assim como a tal ordem cronológica, ou seja, o andamento do processo se dá do mais antigo para o mais novo.

Muitas vezes, nós advogadas (os), não recebemos o melhor atendimento dos servidores e dos magistrados, mas, tenha certeza de que estamos lá no balcão do cartório tentando celebrizar de alguma forma o seu processo, mesmo que o seu caso não esteja elencado nas prioridades de tramitação.

Por isso, caro cliente e amigo, é importante sempre solicitar a sua advogada ou advogado o número do seu processo, para que você possa acompanhar o andamento e buscar informações com o próprio cartório, se desconfiar do trabalho do profissional que você escolheu. Afinal, assim como em todas as áreas profissionais, existem os mais e os menos dedicados.

Nós trabalhamos com agilidade e transparência, oferecendo aos nossos clientes diversos canais de comunicação e informação, como no chat do nosso site www.pnadvogadas.com.br, no facebook @Pace&Nascimento, pelo e-mail: contato@pnadvogadas.com.br e, ainda, pelo telefone: (51) 3083.9802.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo